Música de Vaquejada

Quem escreve versos, com certeza, compõe músicas. Desta forma montei um sugestivo poema em homenagem ao esporte raiz do Sertão, a Vaquejada. Como ando no labor dos treinos para tocar violão, fiz do poema uma música. Não sou profissional em nada, apenas gosto dos meus desafios. Este vídeo é fruto da minha evolução como artista, tanto na filmagem, na fotografia, na escrita e agora na música. Quanto mais eu aprendo, mais desejo aprender. Espero que gostem. Se não gostarem, não faz mal, faz parte.

Música de Vaquejada

***

Sou um vaqueiro experiente

Filho de um nordestino

Vaqueiro de muitas glórias

Seguidor de um destino

De ira atrás de Vaquejada

Derrubando boi na faixa

Com alegria de um menino

***

Solte o boi deixe correr

Solte o boi e não bezerro

Sou vaqueiro afamado

Que trabalha o dia inteiro

Pegar boi pelo cabo

Puxar jogar por lado

Fácil como um carneiro.

***

Quando eu vejo o animal

Saindo pelo portão

O corpo treme todo

Acelera o coração

Disparo o meu cavalo

Pego o bicho pelo rabo

E faço rolar pelo chão.

***

Minha vida é Vaquejada

Sou um homem do Sertão

Nasci comendo cobras

Cresci domando alazão

Tenho mulher, tenho filhos

Vivo sempre em perigo

Por honrar a profissão.

Assista ao Vídeo:

Comments are off for this post