Archive for: janeiro, 2019

Tragédia de Brumadinho – Uma Singela Canção

jan 28 2019 Published by under Músicas

bill-violao

Assista ao Vídeo:

Tragédia de Brumadinho

***

Mais uma grande tragédia

No estado de minas

Outra barragem quebrou

Se transformando em sina.

***

Foi um crime ambiental

De imensa proporção

A barragem pipocou

Causando a destruição.

***

Um mar de lama correndo

Devorando os animais

Matando as pessoas

Com imagens infernais.

***

Não se sabe os culpados

Desta infame devastação

A natureza ora chora

O ser humano sem coração.

***

No mundo imediato

Onde conta é o dinheiro

Não importa o que faço

O bolso nunca está cheio.

***

Não dá para compreender

Duas vezes a mesma desgraça

A primeira se esqueceram

Com desculpas esfarrapadas.

***

Agora choram as famílias

Seus entes falecidos

Chora o divino lá no céu

O sofrimento dos vivos.

***

O que fazer nesta hora

Em que o chão virou lama

Os culpados sumirão

A ajuda uma vergonha.

***

É preciso continuar

Com Deus na direção

Ser forte o bastante

E suportar a situação.

***

Brumadinho enlutada

Sofrendo sem piedade

Precisa das orações

De toda a sociedade.

***

Pai nosso que estais no céu

Ajudais os nossos irmãos

Seja feita a vossa vontade

Com amor e compaixão.

***

Autoria: Luiz Carlos Marques Cardoso.

Comments are off for this post

Mensagem de final de ano – Poesia de Cordel

jan 03 2019 Published by under Cordel

eupoesia

Assista ao Vídeo:

Mensagem de final de ano – Poesia de Cordel

***

Neste ano que se acaba

Mais uma etapa cumprida

Ano de quedas e glórias

Conquistadas em cada dia

Caindo e se levantando

Sentindo o sol que irradia.

***

Foi um ano de muitas lutas

Também de aprendizados

Um ano bem especial

De momentos complicados

Ano único como todos

Agora ano a ser festejado.

***

Nesta estrada longa e fria

Que muitos caíram em terra

Outros brotaram em vida

Com força e fome de fera

O mundo se modificou

Nascendo uma nova era.

***

Agora novo desafio

Nova cortina se abre

É o ano novo que chega

Nova cartola não sabe

Dentro pode vir de tudo

Novas oportunidades.

***

Que fará você dele?

Raciocine e reflita

Pois cada passo andado

Nunca mais se inicia

Passo dado está morto

Não seja o morto do dia.

***

O ano nasce para todos

Como nasce a nós o sol

Cabe a cada um escrever

Pintar no seu céu o arrebol

Plantar sementes de flores

E poder colher girassóis.

***

Que o ano que entra seja de luz

Para mim, você, para nós

Que a paz supere a guerra

E a luz se espalhe veloz

Que a alegria reine feliz

 E a vida flua melhor.

***

Autor: Luiz Carlos Marques Cardoso.

Comments are off for this post