Archive for: julho 4th, 2013

Diversidade Cultural

jul 04 2013 Published by under Crônica

A beleza do povo brasileiro está nas suas variadas cores, tons, ritmos e formas. Vivemos em um país com dimensões de continente, nossa história foi pautada na miscigenação de várias raças. Com tantos atributos a diversidade cultural sofre modificações a todo o momento e em todos os lugares.

Sofremos influências no decorrer dos séculos. O japonês, o holandês, o alemão e o Francês em certos locais fincaram suas raízes. Quando se deu o descobrimento foram impostos aos habitantes que aqui já tinham como lar a cultura portuguesa, mas nesse atrito Portugal e índios houve uma união, uma quebra de braço entre um mundo e outro, nesse ganha e perde nascera um novo modo de pensar que acabou se transformando em uma nova realidade.

A ebulição do Brasil não cessa, com a chegada dos africanos aconteceu mais um choque, um novo tsunami, aquilo que já estava misturado se misturou ainda mais.

Os anos foram se passando, novas necessidades surgiram em seu rastro, obrigando o velho a se transformar em novo ou a sumir por completo. O homem que é um ser inventivo com o aprimoramento tecnológico faz o mundo em sua volta mudar constantemente. Se antes nossa cultura era viajar de jumento varando serras e cortando rios, passamos ao carro e hoje iguais aos pássaros a planarem pelo céu.

A cultura sofre suas influências. A mídia atual nos impõem certos conceitos que somos obrigados a aceitá-los, mas de tempo em tempo o povo grita e tudo que nos pareciam eterno despenca ao chão como frutas maduras.

Fixemos nossa linha de pensamento em duas residências, uma ao lado da outra, na da direita reside uma família Católica, na da esquerda, uma Protestante. Bastou o espaço de poucos metros para percebemos a dimensão que é a nossa cultura, um país onde há liberdade, onde temos várias religiões e credos.

Muitos pensam, acreditamos, erradamente, que a cultura se faz apenas das manifestações culturais: danças, músicas e festas. A cultura está no agora, nas escolhas diárias. Se hoje temos a cultura de irmos à sala de aula estudar, poderá em poucos dias ou anos termos que habituarmos as aulas dentro da própria casa pela tela de algum aparelho eletrônico. Há uns cinquenta anos, os professores usavam a palmatória como auxílio na disciplina escolar, essa cultura foi banida e nos dias atuais se tal prática acontecer será taxada como crime, a cultura se alterou.

Muitos não percebem, mas a cultura se transforma dia após dia. Alguns traços são mais duradouros, outros nem tanto. As novas gerações clamam e impõem suas necessidades, destrói o atual já antigo e faz germinal algo novo que logo será pretérito e da mesma forma derrubado pela revolução dos tempos.

Já as nossas manifestações dependem da boa vontade dos que as difundem para que não se percam por falta de incentivo. A cultura das manifestações: o reisado, as danças tradicionais, os eventos de épocas, tendem a desaparecer com o passar dos anos, pois já não farão mais parte do mundo que cresceu cobrando por outros conceitos.

Tudo dura o tempo suficiente estabelecido pelo interesse daqueles que vivem em dada época.

Comments are off for this post